Esse domingo, assisti a uma resportagem que diz que as mulheres estão mais ativas sexualmente com parceiros diferentes, chegando a mais de 5 parceiros por ano.

        Eu tenho diversas perguntas sobre isso, e para essas perguntas, meus devaneios sobre.

        O que eu ganho sabendo que a mulher esta fazendo mais sexo? Eu respondo: Fico sabendo que, igualmente a décadas atrás, aonde a mulher era submissa e não podia abrir a boca, hoje a mulher esta independente, e mesmo assim, ainda é chamada de errada.

        A reportagem induz? Respondo: induz. Induz a um cara sair, e procurar por sexo com uma moça que não seja prostituta, que esteja com vontade de transar, e, mesmo sabendo que ela tem sentimentos, a tratará COMO uma prostituta.

        Porque os homens são os garanhões e as mulheres são as galinhas? Porque sempre a mulher é tratada ao mesmo tempo de forma tão diferente e/ ou tão igual? Porque a mulher tem medo do homem e os homens fogem das mulheres em relação ao além sexo?

        Tantos questionamentos… mas para adiantar as respostas, é que vou esplanar sobre a situação.

        A mulher pode sair, pode transar, pode beber; A forma como isso é encarado é que acho errado. Homens e mulheres tem sentimento. Mas a mídia, a sociedade e especialmente a juventude, prefere exaurir o respeito entre os sexos e seguir para a próxima.

        Eu aceito e sou adepto do sexo casual sim, mas quando se é algo não premeditado, em um barzinho casual, um papo atraente e quem sabe um nível de alcool elevado. O que é difícil de entender é que muito sexo rola pela pressão exterior.

Não entendeu? Eu explico.

        Tenho amigas que passaram situações tristes em relacionamentos e hoje, não acreditam em homem. Em contrapartida, quando saem, nem sempre permanecem consigo em estravagante alegria. São logo jogadas contra a parede e beijadas por homens que se sentem o George, o rei da selva. Tenho outras, que preferem ficar em casa e chorar as magoas, e transam casualmente com algum “belisco”.

        Acho que as mulheres devem sorrir e esguer a cabeça, mas devem se dar o valor merecido. Lágrimas todo mundo tem; Experiências, nem todos.

        Assim como existem mulheres que lerão esta coluna e me chamarão de antiquado e outras que concordarão, devemos entender que, nessa sociedade liberta, aonde tanto homens quando mulheres se perdem nos vícios de serem bonitos e “abalarem” por suas bebedeiras e serem admirados e admiradas por seus erros, todos tem sentimentos.

        Sentimentos esses saciados por uma prostituta que fará seus desejos, ou sentimentos saciados por alguém sem sentimento ao fazer sexo oral.

        Bom, já escrevi demais. Eu estou atrasado para um encontro. Um encontro cheio de sexo, mas com pouco sentimento. Que saco!

Rodrigo Bianchini